Dia de Vitória

Denise sempre foi muito ligada a movimentos políticos, toda

vez que defendia uma causa,o fazia com muita garra ,tal qual

o seu pai.Eu nasci e me criei em meio da política.

No dia da festa da vitória do Lula, quando voltou pra casa,

fez uma carta para Bia. Mandou também pra mim, eu guardo

com muito carinho ,pois acho que minha filha sabe lidar

muito bem com as palavras.

Hoje quando li o post que ela escreveu, me deu vontade

de postar aqui essa carta.Espero que ela aprove a idéia !

 

De: Denise Arcoverde
Para:
beatrizarcoverde@bol.com.br &
Data: 28/10/2002 11:14
Assunto: Façam a festa na patriazinha

 Aos Nossos Filhos
Ivan Lins - Vitor Martins

Perdoem a cara amarrada, perdoem a falta de abraço
Perdoem a falta de espaço, os dias eram assim
Perdoem por tantos perigos, perdoem a falta de abrigo
Perdoem a falta de amigos, os dias eram assim
Perdoem a falta de folhas, perdoem a falta de ar
Perdoem a falta de escolha, os dias eram assim

E quando passarem a limpo, e quando cortarem os laços
E quando soltarem os cintos, façam a festa por mim
Quando lavarem a mágoa, quando lavarem a alma
Quando lavarem a água, lavem os olhos por mim

Quando brotarem as flores, quando crescerem as matas
Quando colherem os frutos digam o gosto prá mim

******************************************************

Prezad@s companheir@s,

Nasci em 64, em pleno golpe militar, cresci em uma ditadura e aprendi desde
cedo sobre todos os perigos. Pernambucana, como Lula, endureci e - algumas
vezes - perdi a ternura pra sobreviver.

Acordei querendo compartilhar essa música com todo mundo, porque ela sempre
significou muito pra mim, certamente, para muitas outras pessoas, também.
Me lembra meu pai que morreu aos 40, sem ver o final da ditadura militar.
Lembra outros amigos e pessoas que se foram sem ver um pau de arara,
"paraiba", ex-metalúrgico, com mãe analfabeta, ser a nova paixão desse país.

Estava fora do Brasil no primeiro turno. No frio da Escandinávia pensei no
poema de Vinícius: "Fonte de mel, bicho triste, pátria minha, amada,
idolatrada, salve, salve! Que mais doce esperança acorrentada o não poder
dizer-te: aguarda...
Não tardo!"

Quando voltei, o país tinha se apaixonado por Lula. Fiquei positivamente,
deliciosamente chocada e emocionada por ver o povo todo de vermelho. Como
quando a gente vive uma história de amor há muitos anos e, de repente, todos
nos compreendem e se apaixonam também. E a gente não tem ciúmes...

Ontem à noite, ficava parada no Marco Zero do Recife pensando que a gente
está vivendo um "marco zero" na nossa história. Tant@s desconhecid@s, tant@s
amig@s, tant@s companheiros estavam lá. 200 mil pessoas. Lavando a alma,
lavando os olhos, colhendo os frutos e fazendo a festa por a gente, por
nossos filhos e filhas e por todos que não estão mais aqui. Para esses que
não estão aqui - para meu pai - quero dizer que o gosto dos frutos é doce,
mas ainda é como quando a gente morde uma fruta desconhecida, que é doce mas
a gente não sabe bem se tem gosto de quê. Não vai ser fácil, mas já é tão
bom...

E que @s crític@s não venham querer estragar nossa festa. Lula vai ter muito
a fazer, mas já está valendo a pena. Já temos MUITO orgulho de ser
brasileiro@s...

"Se me perguntarem o que é a minha pátria direi:
Não sei. De fato, não sei
Como, por que e quando a minha pátria
Mas sei que a minha pátria é a luz, o sal e a água
Que elaboram e liquefazem a minha mágoa
Em longas lágrimas amargas.

Vontade de beijar os olhos de minha pátria
De niná-la, de passar-lhe a mão pelos cabelos...

Não te direi o nome, pátria minha
Teu nome é pátria amada, é patriazinha
Não rima com mãe gentil
Vives em mim como uma filha, que és
Uma ilha de ternura: a Ilha
Brasil, talvez." (Vinícius de Moraes)

Beijos

Denise Arcoverde (Chorando desde ontem, mas sem medo de ser feliz)



Escrito por Telma Arcoverde às 21h56
[ ] [ envie esta mensagem ]

 

Blog de
Telma Arcoverde

Histórico
05/10/2008 a 11/10/2008
13/01/2008 a 19/01/2008
03/06/2007 a 09/06/2007
27/05/2007 a 02/06/2007
04/03/2007 a 10/03/2007
24/12/2006 a 30/12/2006
17/12/2006 a 23/12/2006
26/11/2006 a 02/12/2006
19/11/2006 a 25/11/2006
29/10/2006 a 04/11/2006
08/10/2006 a 14/10/2006
01/10/2006 a 07/10/2006
17/09/2006 a 23/09/2006
20/08/2006 a 26/08/2006
13/08/2006 a 19/08/2006
30/07/2006 a 05/08/2006
11/06/2006 a 17/06/2006
14/05/2006 a 20/05/2006
07/05/2006 a 13/05/2006
16/04/2006 a 22/04/2006
09/04/2006 a 15/04/2006
26/03/2006 a 01/04/2006
19/03/2006 a 25/03/2006
12/03/2006 a 18/03/2006
05/03/2006 a 11/03/2006
26/02/2006 a 04/03/2006
19/02/2006 a 25/02/2006
12/02/2006 a 18/02/2006
05/02/2006 a 11/02/2006
22/01/2006 a 28/01/2006
01/01/2006 a 07/01/2006
18/12/2005 a 24/12/2005
11/12/2005 a 17/12/2005
04/12/2005 a 10/12/2005
20/11/2005 a 26/11/2005
13/11/2005 a 19/11/2005
06/11/2005 a 12/11/2005
09/10/2005 a 15/10/2005
02/10/2005 a 08/10/2005
11/09/2005 a 17/09/2005
04/09/2005 a 10/09/2005
28/08/2005 a 03/09/2005
14/08/2005 a 20/08/2005
07/08/2005 a 13/08/2005
24/07/2005 a 30/07/2005
26/06/2005 a 02/07/2005
29/05/2005 a 04/06/2005
22/05/2005 a 28/05/2005
15/05/2005 a 21/05/2005
08/05/2005 a 14/05/2005
09/01/2005 a 15/01/2005
14/11/2004 a 20/11/2004
07/11/2004 a 13/11/2004
03/10/2004 a 09/10/2004
26/09/2004 a 02/10/2004
12/09/2004 a 18/09/2004
15/08/2004 a 21/08/2004
08/08/2004 a 14/08/2004
25/07/2004 a 31/07/2004
11/07/2004 a 17/07/2004
04/07/2004 a 10/07/2004
27/06/2004 a 03/07/2004
20/06/2004 a 26/06/2004
09/05/2004 a 15/05/2004
25/04/2004 a 01/05/2004
18/04/2004 a 24/04/2004
04/04/2004 a 10/04/2004
28/03/2004 a 03/04/2004
07/03/2004 a 13/03/2004
29/02/2004 a 06/03/2004
22/02/2004 a 28/02/2004
15/02/2004 a 21/02/2004




Meu perfil


BRASIL, Nordeste, OLINDA, Mulher